Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Março 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Pesquisar

 


E foi assim VolteFace no Naturate! Uma combinação perfeita!

Segunda-feira, 21.04.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

por volteface-winesofchange às 16:11

Evento VolteFace no Naturarte: 29 de Março

Quarta-feira, 19.03.14

 

 

 

 

Para uma noite verdadeiramente diferente e inesquecível...

Venha visitar o Alentejo num turismo rural de charme e deliciar-se com o vinho VolteFace e petiscos irreverentes... e não só!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por volteface-winesofchange às 10:47

Módulo II. O Vinho Branco: Trasfega/Fermentação Alcoólica

Segunda-feira, 20.01.14

Trasfegas e Fermentação Alcoólica

 

A trasfega, nesta fase, corresponde à passagem do mosto sem as borras (que ficam na cuba isotérmica), portanto um mosto “limpo”, quase translúcido, para uma outra cuba, onde vai então fermentar. 

 

Finalmente, já em cuba de fermentação e a temperaturas adequadas que permitam as leveduras “trabalhar”, dá-se a fermentação do mosto branco.

 

A este tipo de fermentação do mosto na ausência de grainhas, películas e borras, típico da vinificação de vinhos brancos, dá-se o nome de fermentação em bica aberta.

 

Não podemos deixar de referir que, ao contrário do vinho tinto, o vinho branco não sofre fermentação maloláctica… Não por não o poder fazer, mas sim porque não o vamos deixar, recorrendo para isso a métodos específicos, sendo o mais comum a aplicação de SO2 – dióxido de enxofre ou sulfuroso – que inibem as bactérias lácticas, naturalmente presentes. Tal como referimos anteriormente, a fermentação maloláctica nos tintos torna o vinho menos ácido, pela transformação de ácido málico (mais ácido) em ácido láctico (menos ácido, mais suave). Enquanto isto é desejável nos vinhos tintos, nos vinhos brancos, pelo contrário, pretende-se uma frescura que é conferida precisamente por uma boa acidez!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por volteface-winesofchange às 15:44

Happy New Volte Face Year!

Quinta-feira, 02.01.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

por volteface-winesofchange às 17:54

Onde Comprar | Where to Buy

Segunda-feira, 18.11.13

PORTUGAL

 Aveiro 

Restaurantes

Pátio da Casqueira - Mealhada

Pedro dos Leitões - Mealhada

Tasco do Vasco - Barra, Ílhavo

 

Caldas da Rainha

Restaurantes

Naco na Pedra - Salir do Porto

 

Coimbra

Restaurantes

Cabana do Pastor -  Murtede, Coimbra

Cordel - Coimbra

 

Lisboa: Grande Lisboa

 Garrafeiras

El Corte Inglês

Flying Wines (on-line)

 Garrafeira de Almada - Almada

Garrafeira de Santos (Santos) 

Garrafeira Internacional (Príncipe Real) 

Garrafeira Estado de Alma (Alcântara) 

Garrafeira Nacional (Baixa) 

Oficina do Vinho (Campo de Ourique) 

Manuel Tavares (Baixa)

Napoleão (Baixa)

Portugal Wine Room (Alvalade) 

SuperCor (Expo, Restelo e Quinta da Beloura)

Wines 9297 (Telheiras)

 

Évora 

Garrafeiras

Elenco d'Aromas: Montemor-o-Novo

 

Porto - Grande Porto

Garrafeiras

El Corte Inglês - Gaia

Garage Wines - Matosinhos

 

 

OnLine

https://www.vinperio.com/

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por volteface-winesofchange às 11:56

Módulo II. O Vinho Branco: Defecação/Sedimentação. The White Wine: Clarification/Sedimentation

Terça-feira, 22.10.13

Vinho Branco: Defecação/Sedimentação.White Wine: Clarification/Sedimentation

 in vinograd.info

 

 

Defecação/Sedimentação

O mosto, já livre de grainhas e películas, passa por um chiller – equipamento de frio – onde é arrefecido, sendo depois armazenado numa cuba isotérmica – uma cuba minimiza/impede transferências de calor – para que se dê a queda dos sólidos em suspensão (borras grossas) – defecação/sedimentação.

 

Porque é que é necessário arrefecer o mosto? E porque é que queremos que os sólidos em suspensão sedimentem?

Tal como quisemos separar o mosto das grainhas e películas, também queremos separá-lo destes sólidos em suspensão, que constituem a borra grosseira do vinho: tudo no sentido de lhe dar a leveza e suavidade pretendida! O arrefecimento promove a sedimentação evitando ao mesmo tempo o arranque da fermentação. Abaixo de determinada temperatura, as leveduras não conseguem fermentar, e aquilo que se pretende nos vinhos brancos é que não fermentem com as borras grossas!

 



 

Clarification / Sedimentation

The must, free of seeds and skins, passes through a chiller - cooling equipment – being then cooled. The must is then stored in an isothermal tank - a vat that prevents/minimizes heat transfers – for solids in suspention to fall – clarification/sedimentation.

 

Why is it necessary to cool the must and why do we want sedimentation?

We want to separate must from these particles in order to achieve the desired lightness and softness! Cooling promotes sedimentation, at the same time that avoids fermentation. Under a certain temperature, the yeasts can not ferment, and we don’t want fermentation in the presence of these particles. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por volteface-winesofchange às 11:43

Lançamento VolteFace Alentejo Reserva Tinto 2009

Sexta-feira, 04.10.13

Poucos meses após divulgação do blog da sua autoria, VolteFace – Wines of Change – blog de partilha dos mistérios do mundo enológico (vinificação, conservação e prova) e de acompanhamento da evolução dos vinhos que cria –  Teresa Metelo Dias lança agora o seu  vinho: VOLTEFACE – Vinho Regional Alentejano Tinto Reserva 2009.

 

Feito à base das castas Alicante Bouschet (70%) e Syrah (30%), este vinho estagiou em barricas de carvalho francês por um período de 18 meses. Revela-se, pois, um vinho intensamente frutado e complexo, com notas de compota de frutos vermelhos e tosta, com taninos nobres e firmes num final vibrante e poderoso.

 

Num meio transbordando de marcas e sem espaço para o trivial, este vinho apresenta-se como de superior qualidade, destacando-se pelo packaging  revolucionário, glamouroso, sofisticado. Irresistivelmente desafiante e provocador; impossível não experimentar.

O PVPR é de 10€. Foram engarrafadas 7000 garrafas.



A few months after her blog release, VolteFace - Wines of Change – where the author shares the mysteries of oenology (winemaking, conservation and taste) and the evolution of the wines she creates - Teresa Dias Metelo Dias launches her wine: VOLTEFACE - Regional Alentejo Red Reserva 2009.


With Alicante Bouschet (70%) and Syrah (30%), this wine aged in French oak barrels for 18 months. This wine ‘s intensely fruity and complex with notes of red fruit jam and toast, noble tannins and a vibrant and powerful length in mouth.


This wine presents itself as one of superior quality, with a revolutionary, glamorous, sophisticated, unforgettable packaging. Irresistibly challenging; impossible not to try. 7000 bottles were bottled.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por volteface-winesofchange às 11:58

"Nessun Dorma". Que ninguém durma. No one shall sleep.

Quinta-feira, 03.10.13

 

http://www.youtube.com/watch?v=VATmgtmR5o4

 

O enigma... Em que consiste o rótulo do vinho VolteFace? Será esta imagem de pormenor suficiente para desvendar este mistério?
Que ninguém durma (Nessun Dorma) , até que seja descoberto.
Amanhã, ao amanhecer, será desvendado.
"All'alba vincerò!..."

Quem já conhecer o rótulo, por favor guardem o segredo. Tal como Liu relativamente à identidade do seu amo, Calaf, na ópera Turandot...



The riddle ... What's the label of the wine VolteFace? Is this image detail enough to unravel this mystery?

No one shall sleep (Nessun Dorma) until it is discovered.
Tomorrow, at dawn, it will be unveiled.
"All'alba Vincerò! ..."

For those who have seen the label, please keep the secret. Just like Liu did concerning to her master identity Calaf, in Turandot opera....


Autoria e outros dados (tags, etc)

por volteface-winesofchange às 14:42

VOLTEFACE - Alentejo Tinto Reserva 2009

Terça-feira, 01.10.13

 

O lançamento do vinho VolteFace - Alentejo Tinto Reserva 2009 - está para breve.



 VolteFace launch - Alentejo Red Reserva 2009 - will be soon.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por volteface-winesofchange às 08:33

Módulo II. O Vinho Branco: Prensagem. The White Wine: Pressing

Quinta-feira, 19.09.13

in winelov3r.blogspot.com


Prensagem (Vinhos Brancos)

Logo a seguir ao desengace/esmagamento (operação comuns à vinificação de tintos e brancos), as uvas brancas seguem directamente para a prensa para o mosto ser separado das grainhas e películas.

 

Recordamos que, na vinificação de tintos, a prensagem só tem lugar após a fermentação! De facto, aquilo que se pretende de um vinho branco é diferente do que se pretende de um vinho tinto. Um vinho branco quer-se fresco, leve. A vinificação de brancos na presença das grainhas e películas tende a tornar o vinho pesado, áspero, grosseiro… De salientar, porém, que a maceração nos brancos é uma opção viável, apesar de incomum, e encontramos grandes vinhos elaborados segundo esta tecnologia (e.g., Anselmo Mendes Curtimenta, Vinho Verde) 

 



 

Pressing (White Wines)

Immediately after the destemming/crushing operations (common operations in red and white wines vinification), white crushed grapes run directly to the press for must separation from skins and seeds.

 

We must remember that, in red wines vinification,  pressing takes place only after fermentation! In fact, what we want in a white wine is different of what we want in a red wine. A white wine must be fresh, light. The vinification of white in the presence of seeds and skins (mainly in order of their tannins concentration) tends to make the wine heavy, rough ... It should be noted, however, that maceration in white wines vinification is a viable option, although uncommon, and there are great wines produced according to this technology (eg Anselmo Mendes Curtimenta, Vinho Verde, Portugal)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por volteface-winesofchange às 11:52


Comentários recentes






subscrever feeds